Como a inteligência artificial pode ajudar o setor óptico

A recente pesquisa elaborada pela IBM, AI Adoption Index 2021, mostra que as empresas nacionais lideram a implementação de inteligência artificial, representando 40% das companhias no Brasil.

No caso do setor óptico, o uso do reconhecimento facial ainda é uma novidade e ajudará a produzir óculos cada vez mais perfeitos ao uso, o que permite oferecer modelos para todos os tipos de rostos e narizes, o que significa um belo processo inclusivo. Para isso, a inteligência artificial ajuda a identificar os pontos críticos da face e cria oportunidades de fabricação personalizada.

Embora muitas práticas do setor ainda sejam consideradas conservadoras, a pandemia de Covid-19 contribuiu para o processo de digitalização do mercado, visto que mais pessoas perderam o medo e passaram a comprar seus óculos pela internet.

É o que também aponta os dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), mostrando que a quantidade de compras online realizadas no Brasil em 2020 deu um salto de 70,3%, indicando que o período de isolamento social fez com que a demanda de clientes migrasse para o ambiente virtual.

inteligência artificialAs pesquisas e estudos apontam que a tecnologia chegou para ajudar e será, cada vez mais, uma realidade para as empresas de pequeno, médio ou grande porte.

Inclusive, é muito importante nos atentarmos às regras da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), respeitando todos os direitos de privacidade dos clientes e adequando os negócios de acordo, principalmente quando tratamos de inteligência artificial e captação de rostos.

Outro ponto que merece destaque é a maneira como o uso da inteligência artificial pode contribuir para o fim da pirataria do setor óptico, pois quando o cliente entende os benefícios de obter um óculos personalizado, ele passa a querer adquirir o item customizado. Isso impede que o produto seja replicado, visto que a pirataria se baseia na multiplicação ilimitada de uma mesma peça.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 90% da população entre 45 e 70 anos, equivalente a 38 milhões de pessoas, apresentam dificuldades para enxergar, o que mostra que o setor óptico tende a crescer nos próximos anos, seja na gestão ou no uso de novas tecnologias.

Além disso, a combinação entre óculos, seja de grau ou sol, como moda e estilo cresce cada vez mais, pois a tendência é de que a peça seja funcional, ajudando no tratamento clínico dos olhos, com qualidade, estilo e custo-benefício.

O avanço no varejo óptico é muito claro e trará grandes transformações nesta década, podendo transformar o setor em um varejo de ponta. Isso nos deixa cada vez mais otimistas, pois este é um mercado presente em vários momentos na vida das pessoas.

 

Fonte: Opticanet.

Deixe um comentário